Your address will show here +12 34 56 78
eSocial
16 de julho de 2018 é a data de início estabelecida para micro e pequenas empresas realizarem o primeiro envio do eSocial.
O sistema é o mesmo das grandes empresas, sendo assim, todas as informações referentes às obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas devem ser mandadas em um único envio.
Para o Microempreendedor Individual (MEI) foi desenvolvido um módulo para ajudar os usuários do programa na qualidade de empregador para o cumprimento de suas obrigações trabalhistas tributarias.
Na condição de microempreendedor, não foi feita nenhuma mudança até o momento, ele continuará fazendo uso do SIMEI, que é um sistema de pagamento de tributos unificados, em valores fixos mensais.

Cronograma de implantação para micro e pequenas empresas:


  • Fase 1: Julho/18: Apenas informações relativas às empresas, ou seja, cadastros do empregador e tabelas
  • Fase 2: Set/18: Nesta fase, empresas passam a ser obrigadas a enviar informações relativas aos trabalhadores e seus vínculos com as empresas (eventos não periódicos), como admissões, afastamentos e desligamentos
  • Fase 3: Nov/18:Torna-se obrigatório o envio das folhas de pagamento
  • Fase 4: Janeiro/19:Substituição da GFIP (Guia de informações à Previdência Social) e compensação cruzada
  • Fase 5: Janeiro/19: Na última fase, deverão ser enviados os dados de segurança e saúde do trabalhador


O que fazer antes de enviar os eventos:

  • Qualificação cadastral dos colaboradores: Validar informações básicas vai evitar muitos problemas no momento da transição, além de atualizar todos os dados do quadro de funcionários da empresa.
  • Saneamento da base de dados: Os dados que serão enviados devem estar de acordo com a situação atual dos colaboradores e com as tabelas-padrões disponibilizadas pelo eSocial. Essa etapa deve ser tratada de forma minuciosa, pois o envio de dados desatualizados ou inconsistentes pode gerar problemas futuros.


Atenção aos detalhes:

  • Mantenha o sistema sempre atualizado para garantir o preenchimento completo das informações e gerar de forma correta os dados a serem enviados.
  • O acesso ao eSocial poderá ser via Certificado Digital (CD) – assinatura com validade jurídica que funciona como identidade virtual, permitindo a identificação segura e inequívoca do autor de uma mensagem ou transação feita em meios eletrônicos.
0